domingo, 31 de julho de 2011

A Sogra!


Segue post do Extra falando sobre a propagada relação entre a sogra e a nora. Foi tema até de pesquisa. Vale a pena conferir.
Filme: A Sogra
A relação entre sogras e noras gera muitos conflitos. Tantos, na verdade, que o assunto já virou tema de diversos livros e filmes, e costuma deixar as mulheres em pânico na primeira visita à casa da mãe do futuro marido. Mas por que este relacionamento é tão conflituoso? Com esta pergunta em mente, o site britânico sobre saúde infantil gurgle.com entrevistou mais de mil mulheres em busca de uma resposta. Vote: Você tem problemas com a sua sogra?
O resultado não surpreende: sete em cada dez mulheres afirmam ter uma relação difícil com a sogra. Os principais motivos para tantos conflitos são o excesso de críticas da sogra em relação aos mais variados assuntos, como a limpeza da casa do filho e da nora, da educação que eles dão aos filhos e até mesmo o (pouco) tempo que ela passou a ter com o filho após o casamento.
Segundo a pesquisa, cerca de 39% das noras se irritam com os comentários da sogra sobre a forma como ela educa as crianças. Já 23% não gostam do excesso de interferência nas questões do dia a dia, e 20% acreditam que as sogras mimam o filho em excesso. Outros 18% detestam como a mãe de seu marido faz todas as vontades dos netos, e 7% implicam com as visitas suas inesperadas.
As reclamações durante a pesquisa foram tantas que o site resolveu lançar um pequeno manual para melhorar a relação entre noras e sogras. Confira algumas dicas do folheto:
- Respire fundo e conte até 10 ou 100, mas resista à vontade de responder às críticas. Seja educada, mas firme, principalmente quando o assunto são seus filhos. Agradeça a sugestão, diga que vai levar o que ela disse em consideração, mas que prefere resolver o problema da sua maneira.
- Baixe a guarda. Muitas vezes, as noras são muito fechadas ou resistentes sem perceber. Entenda que sua sogra talvez seja uma pessoa carente que precisa encontrar um novo caminho na vida após o casamento do filho. Se for possível, deixe que ela ajude em pequenos detalhes de festas, confraternizações ou até na rotina dos netos.
- Não faça reclamações da sogra para seu marido. Lembre-se que ela é sua mãe. Não é justo fazê-lo escolher entre as duas, e tome muito cuidado porque ele pode acabar dando razão a ela.
Abraços Paternos!
Fonte: http://extra.globo.com

sábado, 30 de julho de 2011

Luta pela sobrevivência!


Um vídeo postado no YouTube que mostra um cachorro atacando um tubarão numa praia da Austrália virou hit na internet e atraiu milhões de espectadores. Dois cachorros nadam cercados de tubarões na costa de Broome, no Oeste da Austrália, a cerca de 1.600 km de Perth, quando um deles mergulha e ataca o animal. 


É a luta pela sobrevivência!


Abraços Paternos!
Fonte: youtube.com

quinta-feira, 28 de julho de 2011

3º Trimestre: Últimos detalhes {Decisões para o 7º Mês}

O bebê já está chegando e é hora de acertar os últimos detalhes. Veja o que fazer: 


Sétimo mês


Entre a 28ª e a 36ª semana, as consultas médicas vão ocorrer a cada 15 dias. É bom reservar lugar na agenda. Aqui estamos exatamente na 29ª semana.
No final do mês, o enxoval deve estar pronto. Ou pelo menos faltando poucas peças e objetos. Lembre-se: você ficará cada vez mais indisposta para o corre corre das compras. Aqui já estamos com tudo em andamento. Breve fechamos a lista.
Entre em mais detalhes com o médico sobre os procedimentos que envolvem o parto. Assegure-se da decisão acerca do tipo de parto, normal ou cesárea, e do pleno conhecimento acerca de ambos. Informação! Esta é a palavra de ordem.
A essa altura você já escolheu a maternidade, mas tenha uma segunda opção para eventuais imprevistos. Nosso plano de saúde só cobre uma Maternidade, mas o lado bom é que é a melhor da cidade.
Planeje - com calma, para não ficar ansiosa - como será seu esquema no futuro: você vai voltar a trabalhar? Se sim, quem ficará com o bebê? Você prefere contratar uma babá ou vai deixar a criança em um berçário ou na casa de parentes? Não retornando ao trabalho, como será sua nova vida? Aqui em casa é fato que Meiryele voltará a trabalhar, mas sobram dúvidas sobre como será com o Davi. 
Certifique-se de ter a cadeirinha de carro correta para recém-nascidos, o que vai garantir a segurança do bebê para sair da maternidade. Ok. Com segurança não se pode vacilar.
Hora de fazer a última viagem se sua gravidez está indo bem, sem sinal de chance de parto prematuro. A partir da 36ª semana, somente viagens para lugares próximos são indicadas, afinal você pode entrar em trabalho de parto a qualquer momento - no caso de viagens de avião, é necessário apresentar um atestado médico. Já viajamos o bastante por aqui. No 1º tri, fomos pra Itacaré e no 2º pra Januária.
Opte por um modelo de lembrancinhas de maternidade e enfeite de porta. Alguns, quando são encomendados, demoram para ficar prontos. Quando a escolha é comestível, é preciso verificar a data de validade. Estamos quase decididos quanto a lembrancinha. Será prática, bonita e barata.
Se ainda não o fez, escolha o nome do bebê. Lógico que isso pode ser feito em qualquer momento, até na hora do parto. Mas resolver antes é uma decisão a menos para o final. Aqui Davi reina em absoluto.

Continua no próximo post (...): Decisões para o 8º Mês.
Abraços Paternos!
Fonte: revistacrescer.globo.com / google.images.com

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Novo caminho para o combate da alergia ao leite

Matéria importante da Revista Crescer:
Descobrir que o bebê, já tão indefeso, pode sofrer com diarréias, vômitos e outros distúrbios intestinais depois de tomar leite é muito triste. A alergia ao leite de vaca e derivados acontece por causa da imaturidade imunológica e gastrintestinal dos pequenos durante os primeiros anos de vida. Ela é a mais comum entre as alergias alimentares, que atingem uma a cada 13 crianças,  segundo estudo realizado nos Estados Unidos, e pode durar até os 7 anos, em geral, mas em alguns casos perdura até a idade adulta. “O organismo do bebê reage à presença das proteínas do leite, porque precisa combater as substâncias estranhas que identifica no seu corpo”, afirma a Renata Cocco, pediatra, membro da Sociedade Brasileira de Alergia e Imunopatologia.
A médica explica que para o tratamento do problema, normalmente, se receita a suspensão total do leite e de seus derivados na alimentação da criança. Entretanto, uma recente pesquisa desenvolvida na Mount Sinai School of Medicine, nos Estados Unidos, aponta um novo caminho para o combate da alergia. Segundo o estudo, a presença de leite em alimentos assados ou cozidos pode ser benéfica para os que sofrem da doença. Como?
Os pesquisadores chegaram a essa conclusão depois de analisar 88 crianças alérgicas, de 2 a 17 anos de idade. Por um período de cinco anos, elas foram gradativamente apresentadas a alimentos como bolos, waffles e biscoitos, todos com pequenas quantidades de leite em sua formulação.
No final do período, 47% das crianças já conseguiam tolerar produtos laticínios como iogurte e sorvete, contra os 22% registrados entre aquelas que suspenderam totalmente o consumo do leite e seus derivados. Os cientistas logo perceberam, então, que a ingestão moderada e gradativa do leite cozido pode acelerar o desaparecimento da alergia, processo que naturalmente acontece com o crescimento da criança.
“Com o calor do cozimento, as proteínas do leite perdem a sua integridade. Por isso a ingestão do alimento cozido em pequenas quantidades acaba funcionando como uma imunoterapia. A criança cria a chamada tolerância oral, que significa a perda da alergia”, explica Renata. Em resumo, é como se essas pequenas doses fossem uma espécie de vacina: ao entrar em contato com tais proteínas, a criança desenvolveria imunidade contra elas. Mas isso não significa que, se o seu filho for alérgico ao leite, você pode fazer esse teste em casa. A especialista adverte que o tratamento só pode ser executado sob a orientação de um médico experiente.
Não confunda alergia ao leite com intolerância à lactose
Apesar dos sintomas semelhantes, a alergia ao leite e a intolerância à lactose são doenças diferentes. A alergia está relacionada às proteínas animais existentes no alimento, enquanto a intolerância diz respeito ao açúcar do leite, a chamada lactose.
É importante fazer essa distinção porque seus tratamentos são diferentes. O leite de cabra, por exemplo, pode substituir o de vaca para as pessoas com intolerância à lactose, mas em nenhum caso é indicado para as pessoas com alergia. Converse com o médico do seu filho para ter um diagnóstico correto da doença.
Abraços Paternos!
Fonte: revistacrescer.globo.com

terça-feira, 26 de julho de 2011

6ª Consulta

Ontem foi dia de consulta, a sexta desde o início da gestação. 

A hemoglobina continua bem, passou de 11,2 para 11,8 g/dL. Não podemos descuidar da alimentação. As folhas verde escura, o feijão e o fígado estão sempre no cardápio.

A Dra. Flávia tinha solicitado o exame de sangue para avaliar a glicemia após a ingestão de dextrozol {2 horas}. Comumente, este exame rastreia a possibilidade de diabetes gestacional. O exame de Meiryele apontou glicemia de 72 e constatou que está tudo normal. Os batimentos cardíacos do Davi estavam em 150 bpm, a UF passou de 22 para 28 cm, mostrando como a barriga cresceu. Pressão normal 10/6 e ganho de peso total de 5,3 kg.

Hoje também conversamos sobre os tipos de parto e ficamos satisfeitos com os esclarecimentos da GO. Ela falou que considera o parto normal o mais fisiológico. É adepta do que ela diz ser um parto com a mínima intervenção médica possível. Explicou que a dor do trabalho de parto, que dura em média 12 horas, é extremamente relativa e íntima em cada grávida. E na concepção da mínima intervenção médica, ela realiza a episio somente em casos realmente necessários. Em relação ao parto cesáreo, Dra. Flávia considera um parto tranquilo. Com os avanços da medicina, os riscos de infecção e/ou hemorragia são mínimos, haja vista a quantidade de cesarianas que são realizadas no mundo inteiro e o reduzido índice de complicações, considerando que há complicações também no parto normal. 

Para o bebê, conforme a explicação da GO não há diferença em relação ao parto. Nem mesmo a tão falada estimulação da respiração, ocorrida no parto normal, é fator preponderante. Mesmo no parto cesáreo não há comprometimento da respiração, desde que não seja prematuro. 

O mais importante foi o fato dela considerar o desejo, a segurança e o conforto da mãe como primordial para o sucesso do parto. Sem, no entanto, inferir que um parto é melhor que o outro. O melhor mesmo é o bem estar da mãe, que necessariamente refletirá no bem estar do bebê. 



Parto cesariano


Parto normal
Abraços Paternos!

Fonte Imagem: google.images.com



segunda-feira, 25 de julho de 2011

Caminhando para a reta final # Futura saudade da barriga # Ai minha costela

Ao mesmo tempo que desejam que os meses passem rápido por causa do peso na barriga, das dores nas costas, das noites insones, dos pés inchados, as grávidas também não querem se desfazer da barriga, das atenções que essa condição determina. E isso também significa passar pelo parto, sempre uma fonte de preocupação para mães. Essa ambigüidade acaba atenuada pelo próprio bebê. No início do sétimo mês, embora ele esteja grande, ainda tem espaço para se movimentar. E como se mexe! A partir do oitavo mês, as grávidas costumam reclamar que o bebê coloca o pé na costela, provocando dor e falta de ar. "Nessa fase, a criança tem pouco espaço e, quando se estica, o útero encosta no fígado, causando uma dor que a mãe interpreta como se fosse na costela", diz a ginecologista Rosa Ruocco. Basta empurrar o bebê para o lado esquerdo que melhora. 




Os seios voltam a crescer. É provável que comecem a eliminar colostro, uma secreção meio branca ou meio amarelada, rica em anticorpos, que vai alimentar o bebê nos primeiros dias depois do parto. Com o crescimento do útero, o estômago fica mais achatado e abriga menos alimentos. Se a grávida come demais, pode vomitar. E, se ela deitar depois de comer, pode sentir um gosto azedo na boca. É o retorno do suco gástrico, o refluxo. Uma forma de driblar esse incômodo é se alimentar mais vezes ao dia, em pequenas quantidades. E evitar frituras, temperos fortes e bebidas gasosas, que predispõem à azia.

Reta final Agora, as grávidas parecem maratonistas. A respiração fica mais curta e freqüente. A falta de ar é causada pela pressão do ventre desenvolvido sobre o diafragma. O crescimento do bebê também aperta a bexiga, podendo levar a perdas involuntárias de pequenas quantidades de urina ao tossir, correr, rir ou fazer algum esforço. A melhor prevenção é urinar com freqüência. Cãibras são comuns no período final da gestação e podem ser sintoma de falta de cálcio e potássio. Quando for atacada por cãibras, massageie a parte do corpo afetada e faça alongamento. Você pode ainda se queixar de dor na bacia e nas costelas porque os ossos dessa região passam por uma acomodação para o parto. "Eles se abrem um pouquinho. A movimentação é quase imperceptível, porém dolorida ", avisa Rosa. É possível também sentir dor nos ossos, na altura da vagina, porque o bebê vai descendo e se encaixando. "Esse movimento pressiona os ossos do baixo-ventre causando uma dor que se irradia pela região", explica a ginecologista. É o corpo já se preparando para expulsar o bebê. Fique atenta aos sintomas do trabalho de parto. Eles nem sempre são claros, resultando em ansiedade e aumentando o mistério sobre o fim da gestação. 

É chegado enfim o grande momento, o ápice da gravidez: o nascimento. Você viveu muitas sensações ao longo destes nove meses. Foram descobertas, medos, planos e sonhos. Tudo vivenciado com plenitude. Agora é hora de se deliciar com a sua nova vida: Em breve você será efetivamente MÃE. Parabéns!


Abraços Paternos!
Fonte: revistacrescer.globo.com
http://pt.wikinoticia.com

domingo, 24 de julho de 2011

Sexo! Pratique e viva mais...


São apenas quatro letras que mexem com a imaginação, a autoestima, o comportamento e o humor: SEXO. Tema do Programa Bem Estar no mês passado. E a atividade sexual não faz bem apenas para o corpo e a mente – a expectativa de vida também se beneficia. Quem transa duas vezes por semana pode ganhar até um ano e meio, segundo um estudo inglês.
O Ministério da Saúde brasileiro recomenda que as pessoas façam sexo com frequência, algo considerado tão importante quanto controlar a pressão arterial e estar no peso adequado. O próprio ato ajuda a emagrecer: em uma boa sessão de meia hora, podem-se queimar até 500 calorias.
Além da endorfina liberada, que causa satisfação e bem-estar, a dopamina age no organismo relacionada ao vício: por isso, quem faz sexo costuma querer sempre mais. Segundo especialistas, a atividade sexual não deve ser usada em um relacionamento como ferramenta de chantagem. Pelo contrário, conforme você vai conhecendo o parceiro e sabendo o que lhe agrada, a relação só tende a melhorar, com mais prazer e compreensão.
Estimular o outro com uma posição ou uma fantasia nova pode ajudar a apimentar o namoro ou o casamento. E essas inovações são importantes para estimular o cérebro e manter a chama acesa. A tendência é que, após 5 anos, a frequência sexual caia pela metade, por isso aumentar a qualidade é tão necessário. Um beijo prolongado, que dure pelo menos 10 segundos, já contribui para elevar o desejo.
O sexo está relacionado à sobrevida humana na Terra. E, depois que os métodos contraceptivos foram descobertos, sobrou apenas a parte boa da prática. O ritmo de homens e mulheres é diferente: enquanto eles atingem o orgasmo em 2,5 a 5 minutos em média, elas demoram de 14 a 20 minutos.
O sexo também diminui a depressão e pode ser feito inclusive por mulheres grávidas, desde que elas não tenham contra-indicações, como contrações, nem estejam em trabalho de parto. Sexo é muito bom durante toda a gravidez. Fortalece os músculos do períneo que ajudam na hora do parto, deixa a mamãe feliz e relaxada, e o bebê sente tudo o que a mamãe sente. Se a mamãe está feliz, o bebê está bem. E a cumplicidade do casal aumenta ainda mais. Portanto, sexo é bom, saudável e traz benefícios para o dia a dia. Pratique e viva mais!

Abraços Paternos!
Fonte: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/
http://guiadobebe.uol.com.br/sexo-na-gravidez/
Fonte Imagem: http://google.images.com

sábado, 23 de julho de 2011

Belas Imagens # Parte 1

Um ótimo final de semana a todos!


Imagens para relaxar:


Onde será que este rapazinho aprendeu estas coisas...

Família feliz!

Outra família feliz!

Imagine-se caminhando por esta ponte...

...e chegando a este paraíso.

Ou a este.

Sem carregar o peso do mundo nas costas...

Querendo relaxar... olha a inspiração.
Abraços Paternos!
Fonte: lista10.org

sexta-feira, 22 de julho de 2011

A importância do líquido amniótico!



O líquido amniótico tem uma importância maior na vida do bebê do que se imagina. "É uma das funções vitais do feto", diz Frederico Peret, diretor da Associação de Ginecologistas e Obstetras de Minas Gerais. 


Além de preencher a bolsa, o líquido amniótico auxilia na alimentação do feto e reduz o impacto no caso de quedas. Quando está no volume normal, ajuda o bebê a exercitar movimentos e articulações. Além de amortecer choques e movimentos bruscos, o líquido impede que o cordão umbilical seja comprimido, o que prejudicaria o fornecimento de oxigênio para o bebê; mantém uma temperatura constante dentro do útero, protegendo o bebê contra infecções e permitindo que os músculos e ossos se desenvolvam, ajudando ainda na formação do sistema digestivo e respiratório, já que o bebê inspira e expira o líquido, e o engole, eliminando-o na forma de urina.


Até o quarto mês de gestação, ele é produzido pela placenta e membranas que envolvem a bolsa. A partir do quinto mês, é feito pelos rins do bebê, exercitando os aparelhos digestivo e respiratório da criança. A renovação total do líquido é constante, ocorre entre 18 e 24 horas. Até o fim da gestação, o volume tem cerca de 700 a 1 litro, e vai diminuindo quando o parto está próximo. Nos primeiros meses de gestação, ele é claro e transparente, e no fim da gravidez,turvo e leitoso. A alimentação da futura mãe, assim como consumo de álcool, tabaco e medicamentos podem modificar o líquido amniótico. 

O exame de ultra-sonografia é útil na mensuração do ILA {índice de líquido amniótico}, dá para medir os bolsões de líquido em vários pontos do útero {o espaço entre o bebê e a parede uterina}, e o especialista faz um cálculo que resulta no ILA. No 3º trimestre, o ILA deve estar entre 5 cm e 25 cm. Um índice abaixo de 7 cm é considerado sinal de alerta, e com menos de 5 cm pode fazer com que os médicos prefiram adiantar o parto. 

Veja aqui as causas de redução do líquido amniótico. Graças a Deus que o ILA da gestação do Davi está normal.

Abraços Paternos! 

Fonte: babycenter.com
revistacrescer.globo.com

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Novo método contraceptivo

Um contraceptivo em forma de gel poderá, em breve, ser mais uma opção eficaz à pílula anticoncepcional. Ainda em fase de testes, o medicamento contém uma dosagem de hormônios similar aos contraceptivos orais. A diferença é que o gel parece ter bem menos efeitos colaterais, principalmente ganho de peso e acne. Além disso, poderá ser usado também por lactentes, já que não interfere na composição do leite materno.



Feito para ser aplicado na pele das pernas, barriga, braços ou ombros diariamente, o medicamento é absorvido rapidamente e não deixa resíduos. Pesquisadores da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva estão otimistas e esperam que a droga esteja no mercado nos próximos anos. 
Um estudo feito na Alemanha e publicado pelo "Journal of Sexual Medicine" mostra que um terço das mulheres que toma pílula está insatisfeita por causa de seus efeitos colaterais. O que mais incomoda, segundo os pesquisadores, é a perda da libido, que pode acontecer por causa das doses de hormônios sintéticos.
Os avanços na Ciência e Tecnologia são integrados aos assuntos gravídicos de forma a propiciar melhores alternativas para dia a dia das mamães que acompanham a blogsfera materna.
Abraços Paternos!
Fonte: http://extra.globo.com

Fonte Imagem: www.google.images.com


terça-feira, 19 de julho de 2011

Enxoval do Davi! {Parte 2}

Postei aqui semana passada a lista quase completa do enxoval para bebê e como está a nossa lista aqui para o Davi. Recebi algumas dicas importantes e continuamos abertos a sugestões. Segue abaixo algumas imagens do enxoval do Davi!
Body gola polo, de rapaz.


Primeiras roupas compradas em Goiânia.







Conjuntos Pagão comprados antes de saber se era Davi ou Marcela.
Listrados: preferidos.


Macacão 100% algodão


Macacão de sol




 




Bodys & culotes baratinhos




Presente da Bisavó!


Presente da Bisa também!




Manta




Jogo de lençol, fronhas e fraldas de pano.

Toalha-fralda


Abraços Paternos!

segunda-feira, 18 de julho de 2011

28 Semanas = 70% da Gestação

Após entrarmos no 3º trimestre da gravidez, damos o passo rumo à fase final da gestação do Davi. 

Como eu já disse antes, a gravidez foi bastante tranquila. Apesar de enfrentarmos uma anemia no meio do 2º trimestre, já resolvida e de Meiryele sofrer recentemente um problema dentário, com dores infindáveis, necessitando tratamento com anti-inflamatório. 

O tempo passou muito rápido e muitas decisões já foram tomadas e ações postas em prática, como a pintura da casa, a compra dos móveis, a escolha do nome Davi e a realização do Chá de Fraldas; mas ainda restam algumas sendo discutidas, como o parto, o pediatra que vai acompanhar o nosso filho, o apadrinhamento e a decoração do quarto. Se passaram 70% da gestação e estamos aproveitando o tempinho que falta pra curtir o lindão do papai na barriga antes dele dar as caras por aqui.

Hoje Meiryele fará o teste de tolerância à glicose. Acontecerá uma visita mais longa ao laboratório, pois trata-se de um exame a base de ingestão de dextrosol e que leva 2 horas para ser realizado. 
Conforme o grande dia se aproxima, o bebê está ficando pronto para ir de encontro à luz no fim do túnel. Outros destaques desta semana:
Os olhos do bebê estão parcialmente abertos, e agora ele já pode piscar. Os olhos dele tem cor. Pode não ser a cor definitiva, especialmente se estiver cinza claro ou azul. Os olhos normalmente não definem um tonalidade final até nove meses após o nascimento. 

Alguns especialistas acreditam que com 28 semanas de gestação os bebês comecem a sonhar. Sonhar com o quê? Ninguém faz a menor ideia. Mas o cérebro está bem ativo à essa idade. As ondas cerebrais podem ser notadas em testes específicos e os tecidos cerebrais estão bem desenvolvidos;
Esta semana, Davi provavelmente ultrapassou a barreira de 1 quilo e pode medir 38 centímetros. Nas próximas semanas faremos um novo ultra para conferir a evolução da gestação.

Falta 30%...


Abraços Paternos!

Fonte: www.youtube.com
www.saude.fok.com.br

sábado, 16 de julho de 2011

Enxoval do Davi! {Parte 1}

Tudo que o bebê vai precisar quando nascer segundo site especializado:



10 BODIES DE MANGAS LONGAS: Compramos 01 
05 BODIES DE MANGA CURTA: Compramos 07
05 BODIES SEM MANGA: Compramos 03
06 CULOTES: Compramos 06
06 PARES DE MEIAS: Compramos 04 e ganhamos 01
03 PARES DE LUVA: Compramos 03 e ganhamos 01
06 CONJUNTO PAGÃO: Compramos 05 e ganhamos 01
10 MACACÕES: Compramos 04 e ganhamos 01
02 CASACOS: Ganhamos 01
10 FRALDAS DE TECIDO: Compramos 06 e ganhamos 01
SAPATINHOS: Compramos 02 e ganhamos 03
01 CONJUNTO DE BOLSAS: Comprar

04 TOALHAS: Compramos 01 com capuz e ganhamos 01 toalha-fralda
Necessário pelo menos 2 com capuz, útil para aquecer o bebê quando sai do banho. Dê preferência as com dupla face, as toalhas-fralda.

01 KIT HIGIENE: Compramos a garrafa térmica e vamos ganhar o kit higiene da Vovó
Geralmente tem uma garrafa térmica, três potes, um para algodão, outro para cotonetes e um último para pomada e uma tigela pequena para despejar água.

CREME PARA ASSADURAS: Ganhamos 03
FRALDAS DESCARTÁVEIS: Ganhamos 1.200 no Chá de Fraldas do Davi
TESOURA: Comprar
ESCOVA E PENTE DE CABELO: Comprar
PACOTES DE ALGODÃO: Comprar
LENÇOS UMEDECIDOS: Compramos 03 e ganhamos 04
COTONETES: Ganhamos 01
SABONETE NEUTRO: Ganhamos 02 Natura e 01 Turma da Mônica
SHAMPOO: Ganhamos 01 Natura

BANHEIRA: Comprar
Observar a altura do suporte, para evitar dores lombares ao final de cada banho.

04 BABADORES: Compramos 01
O bebê só começará a usar mais tarde, mas já pode ser comprado. Escolher os que apresentam a parte interna plastificada e que fecham com velcro ou ilhoses.

BERÇO: Compramos
Avaliar a distância entre as grades, não podendo ultrapassar 5 cm.

KIT BERÇO: Comprar
Acessórios para o berço com jogo de lençol, edredom, mosquiteiro, protetor lateral, trocador, travesseiro e outros.


MOSQUITEIRO PARA CARRINHO: Comprar
COLCHÃO: Comprar
PROTETOR DE COLCHÃO: Comprar
FRONHAS: Compramos 05
03 JOGOS DE LENÇOL: Compramos 02
Lembrar de colocar no sol duas vezes por semana e lavar semanalmente.

03 LENÇÓIS PARA CARRINHO: Comprar
É importante porque alguns bebês costumam dormir no carrinho e necessitam do mesmo conforto que tem no berço.

ENCOSTO PARA A CABEÇA: Comprar 
Importante para segurar a cabecinha do bebê se ele dormir na cadeirinha.

02 MANTAS: Compramos 01 mais leve
Uma mais leve e outra mais quentinha.

06 CUEIROS: Compramos 01
Flanela para envolver o bebê.

CÔMODA: Compramos

GUARDA-ROUPA: Compramos

ALMOFADA DE AMAMENTAÇÃO: Comprar

MAMADEIRAS: Comprar futuramente
Deixar para comprar quando precisar, pois o bico vai de acordo com a idade da criança.

AQUECEDOR DE MAMADEIRAS: Não vamos comprar
Não é um item imprescindível. Fogão ou microondas substituem facilmente.

ESTERILIZADOR: Não vamos comprar
Água fervendo substitui muito bem. # Comprar futuramente, seguindo dica de Carol Pozzatti do Babies e tal.

BOLSA TÉRMICA: Comprar
Será bastante útil para aquecer a barriga do bebê em caso de cólica.

BEBÊ CONFORTO: Vamos ganhar da tia
Item obrigatório. Deve ser confortável e não muito pesada.

CARRINHO DE BEBÊ: Vamos ganhar da vovó
Devem ser seguros, confortáveis e estáveis.

CANGURU OU SLING: Comprar futuramente
Item para carregar o bebê.

Como vocês podem ver, a lista é grande. Até setembro completamos o enxoval.

Kit Berço - http://recriandocomdani.blogspot.com


Abraços Paternos!

Fonte: revistacrescer.globo.com
www.mercadolivre.com.br
recriandocomdani.blogspot.com


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...