quinta-feira, 24 de março de 2011

O que não dizer para uma grávida...

Se não tiver nada legal para acrescentar, melhor nem abrir a boca... 
Segue este post super interessante que li numa revista. Tem certas coisas que realmente é melhor não dizer...

1.      “Agora você está com cara de mãe!”
O que é ter “cara de mãe”? Ter olheiras, um ar de cansaço permanente, bochechas gordinhas e papo? Nenhuma das hipóteses é boa. Que tal tentar elogiar o que a pessoa tem de bonito? Por exemplo: Seu cabelo está com mais brilho!

2.      “Ainda não inchou?”
Isso é um aviso ou uma praga.

3.      “Você já está com quanto meses, cinco?”
Jamais, nunca, em hipótese alguma, chute o tempo da gestação. Se a mulher ainda estiver no início da gravidez ficará arrasada e se estiver no final, preocupada. Algumas barrigas, por exemplo, são pequenas, embora os bebês estejam sempre no limite superior do que é esperado deles. E mesmo exibindo uma barriga pequena, o que, para muitas, é motivo de comemoração, ouve-se comentários que beiravam a crítica, tipo “mas você está comendo o suficiente?”. Dá vontade de dizer: "não, comecei um regime radical e pretendo acabar essa gravidez com dez quilos a menos".

4.      “Nossa, sua barriga está enooooooorme!”
Todas as grávidas se sentem, em algum momento, como um paquiderme desengonçado. Essa observação destrói a autoestima.

5.      “Quanto você já engordou?”
Essa parte você pode deixar para o obstetra, ok?

6.      “Você é louca? Parto normal é anormal!”
Escuta-se por aí conselhos até mesmo de médicos que afirmaram, do alto de sua experiência masculina, que a cesárea é muito melhor. Só ocorreu perguntar a quantos partos ele já tinha se submetido para dizer isso com tanta convicção. É uma resposta malcriada, mas os estudos, as provas científicas, a experiência e a natureza dizem que, se a cesárea não for realmente necessária para manter mãe e bebê fora de perigo, o parto natural é o melhor caminho para a recuperação mais rápida, com menos riscos, visto que não é uma cirurgia, que o bebê nasce na hora em que estiver prontinho mesmo etc. Moral da história é a seguinte: não critique a opção de parto da gestante, mesmo que isso vá contra suas convicções.

7.      “Foi planejada essa gravidez?”
Que tipo de informação querem arrancar da grávida? Se ela está feliz ou decepcionada? Filhos são uma dádiva, planejados ou não.

8.      “Posso pegar na sua barriga?”
Isso é muito controverso. Se essa pergunta vier de completos estranhos, como já acontece sempre, até mesmo no supermercado, a resposta é obviamente não. Desde quando as pessoas andam por aí tocando as barrigas umas das outras? Agora, entre amigos, a coisa muda de figura. Há curiosidade para sentir o bebê mexer, ou puro fascínio pelo mistério de saber da presença de um ser vivo dentro de um ventre. É instigante mesmo.

9.      Descanse agora, querida, porque depois…”
Essas fatídicas previsões sobre o futuro da nova mãe não ajudam em nada, até porque, se ela estiver no final da gravidez, provavelmente já não está tendo muito descanso mesmo. Já tentou dormir com alguém te chutando por dentro ou com soluço?

10.  “Bom mesmo é quando eles estão dentro da nossa barriga, não é mesmo?”
É uma variação da frase anterior e soa tão descabida quanto dizer na cara-dura “você não preferia não ter de conhecer seu filho?”. Eu, hein.
      
11. Não conte histórias tristes, sobre partos demorados ou uma cesárea complicada. Se não tiver algo legal para acrescentar, não diga nada. Grávidas podem ficar muito impressionadas. Melhor fazê-las rir.”  

3 comentários:

Paulinha disse...

Oi Marcelo! Obrigada pela visita no blog!hehe Deculpe pela "meninas", prometo que nos próximos posts corrijo rsrs, mas é mto bom saber o outro lado, o dos pais, confesso-te que queria mto que meu marido participasse mais!
Parabéns pelo positivo! e que a gravidez de vocêS, seja tranquila e cheia de alegrias!
Bjs

Anjinho disse...

legal, gostei das dicas do que ñ dizer para uma gravdinha.......
Agora tem como vc pesquisar o q ñ dizer para alguém q ñ tem filhos ou uma tentante....aff!
povo sem noção.......
Fala sério!

Talita disse...

Não me importo quando falam que estou enorme, até gosto! Mas não pergunte meu peso nem questione minha alimentação rs

Dá vontade de imprimir esse post e entregar aos amigos hahahaha

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...